terça-feira, janeiro 15, 2008

NUVENS


Hoje sinto-me assim. A saudade roendo-me a alma. Queria que fosse uma chuva tropical e que depoi o sol irrompesse glorioso. Mas não, é mesmo inverno, frio, cinzento


GED

3 comentários:

Manuel Sampaio disse...

se bem me lembro... não era o meu querido amigo que gostava que de esquiar na Serra da Nevada "nos invernos frios e cinzentos"!? Já lhe passou essa!?
Embrulha.
Um grande, grande, abraço

manel

João Abreu disse...

Henrique, foi por estas e por estes invernos e frios e... cinzentos que eu corri a sete pés, para junto das acácias e o cheiro do nosso rio. Ja nao tras o cheiro a sisal e estopa desfibrada do Chimbassi, mas abraço as mangas e o capim. Toco os morros de salalé e adormeço com as cores das recordaçoes ali perto. Um dia destes caiu-me quase em cima uma daquelas vagens de acácia bem junto de mim. Acreditas que nao contive as lágrimas? Bora Henrique que o velhote conta com a tua consulta como prometeste!...

Teresa Couceiro disse...

Não percebo porque é que não se gosta desta foto. Eu gosto e julgo que não mudo de opinião mesmo naqueles momentos em que por dentro estou cinzenta.